Como configurar Controlador de Carga MPPT EPEVER | AULA #1 1


Compartilhar

Como configurar Controlador de Carga MPPT EPEVER

Esta é a primeira aula de uma sequência que vai ensinar você a configurar passo a passo um Controlador de Carga MPPT Epever.

A maioria das informações que encontramos sobre configuração de controlador de carga MPPT da marca Epever é bastante vaga.

E na maioria das vezes atende a necessidade de quem fez a configuração.

Nesta sequência de aulas vou te ensinar realmente como funciona e para que serve os menus mais importantes deste ótimo controlador de carga para energia solar.

Mas nesta série de aulas você vai realmente aprender como configurar cada parâmetro de qualquer Controlador MPPT Epever.

A configuração deverá ser efetuada através da Interface MT50, sem ela você não vai conseguir fazer a configuração.

Esta interface é importante porque somente com ela que você poderá fazer configurações avançadas para garantir a boa saúde das suas baterias na energia solar.

▶ Faça já o Curso de Energia Solar: http://bit.ly/Curso-Energia-Solar-EduardoAquino

Os controladores de carga MPPT da marca Epever são dotados de diversos parâmetros que na maioria das vezes são ignorados, e nestas aulas você vai aprender em detalhes.

Por que configurar o Controlador de Carga MPPT EPEVER

É preciso configurar ele por alguns motivos, e aqui vou dar dois principais para que você entenda.

O primeiro motivo importante

O primeiro motivo e é o mais importante é para que suas baterias ou banco de baterias sejam carregados da forma correta e assim possa garantir que sempre terá a capacidade máxima da sua bateria ou banco de baterias.

E uma boa configuração do controlador faz com que a vida útil das suas baterias sejam prolongadas, pois desta forma conseguirá carregar da forma adequada, com a tensão ideal e pelo tempo de carga correto.

Aqui vale lembrar que como é na energia solar, terá que ter placas suficiente para conseguir carregar as baterias, principalmente se utilizar ao mesmo tempo.

Veja AQUI nesta aula como calcular a quantidade de placas

O segundo motivo importante

Outra questão importante é controlar a descarga, das baterias ou banco de baterias, isto garante uma boa saúde e autonomia.

Mas, ao contrário do que muitos pensam, a saída de carga destes controladores não pode ser ligado o inversor.

Na verdade pode, porém veja o caso de um Controlador de 40A, sua saída de carga irá suportar apenas 40A.

Estes 40A suportado na saída do controlador de carga é independente se a tensão será 12 volts ou 24 volts.

Vejamos o cenário onde você tem um Inversor de 1000 watts em 24 volts:

1000 watts / 24 volts = 41,66A

Consegue perceber que temos 1.66A a mais do que os 40A suportados pelo controlador de carga, e isto não é bom.

Uma corrente maior fará com que ele aqueça mais que o normal, e isto além de gerar perdas, pode danificar.

Agora veja outro cenário um pouco pior, 1000 watts de inversor em 12 volts:

1000 watts / 12 volts = 83,33A

Viu que é o dobro do que os 40A horas suportados na saída do controlador.

Mas então qual é o segundo motivo mais importante? Justamente, isto temos que controlar a descarga das baterias, mas não da para ser desta forma.

No entanto, existe uma outra maneira, então precisamos realizar uma automação com um relé na saída do controlador de carga.

Automação com Relé na saída de carga

Este relé será acionado com base em alguns parâmetros escolhidos, porém se desligará quando a tensão das baterias ou banco de baterias chegar a uma tensão mínima programada.

Voltará a ligar quando chegar a uma tensão máxima programada, ou seja quando chegar a tensão máxima que programou no dia seguinte coma geração solar, ele vai ligar a saída, a saída liga o relé e o relé liga o inversor.

Quando chegar a tensão mínima programada, a saída de carga é desligada, desligando o relé e logo desligando o inversor.

Assim conseguimos garantir que teremos sempre uma descarga das baterias de forma controlada, aumentando a vida útil das mesmas, e não danificamos a saída de carga do controlador de carga.

Outra forma de usar a saída de carga

Uma outra forma muito utilizada para a saída de carga do controlador de carga Solar.

Basta você fazer uma rede para Lâmpadas e pequenas cargas na tensão nominal do banco de baterias, ou seja em 12 volts ou em 24 volts.

Nesta forma, tem que garantir que a soma das cargas ligadas não irá ultrapassar a capacidade em Amperes do controlador, neste nosso exemplo 40A.

Se passar terá sobrecarga na saída, e estes controladores tem uma boa proteção contra sobrecarga, mas já vi muitas pessoas queimando controladores por causa de ultrapassar a capacidade suportada.

Portanto é muito bom e boa prática se certificar de qua as cargas ligadas a esta saída não ultrapasse a capacidade nominal do controlador de carga.

Conclusão

Estas são as duas configurações mais importantes para estes controladores de cargas, e nesta primeira aula você vai aprender o básico para a configuração correta para o banco de baterias que tem.

Já na sequencia de aulas, darei continuação de forma detalhada para configurar o restante da melhor maneira possível.

Veja a Primeira Aula em Vídeo AQUI:

#EnergiaSolar
#ControladorDeCargaMPPT
#EduardoAquino
#MPPT

CURSOS

▶ Faça já o Curso de Energia Solar: http://bit.ly/Curso-Energia-Solar-EduardoAquino

▶ Adquira o seu Projeto Inversor Senoidal neste link: http://bit.ly/Projeto-InversorSenoidal-Avançado

———————————–

Contato Comercial:
✉ contato@eduardoaquino.com.br

Acessem também:

▶ Instagram: http://bit.ly/Instagram-Eduardo-Aquino

▶ Site: https://goo.gl/f5QzYS
▶ Twitter: https://goo.gl/rRJq8Z
▶ Grupo no Facebook: https://goo.gl/rsFeFt
▶ Página no Facebook: https://goo.gl/GGhfqC

Redação e Tradução: Lucas Aquino
✉ lucaaquino@outlook.com.br

Energia Solar é uma forma limpa de energia que ajuda o meio ambiente e o planeta, adote esta ideia.

Compartilhar

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Um pensamento em “Como configurar Controlador de Carga MPPT EPEVER | AULA #1