contato@eduardoaquino.com.br

Três motivos para considerar um multímetro com imagem térmica integrada

Três motivos para considerar um multímetro com imagem térmica integrada-EduardoAquino

Três motivos para considerar um multímetro com imagem térmica integrada

Três motivos para considerar um multímetro com imagem térmica integrada

Você é eletricista ou técnico responsável por manter sistemas e processos industriais funcionando com segurança, eficiência e economia?

Então sabe que quanto mais rápido puder localizar um problema, mais rápido conseguirá solucioná-lo.

Um multímetro digital (DMM) é uma necessidade para a resolução de problemas e para o diagnóstico preciso de problemas elétricos e eletrônicos.

Mas às vezes encontrar o problema leva mais tempo do que você gostaria.

Entretanto, e se você pudesse restringir a área com problemas em segundos, sem tocar no equipamento?

Os multímetros com imagem térmica integrada são capazes de localizar pontos de calor, testar voltagem, amperagem e temperaturas…

Tudo para diagnosticar problemas!

Esse tipo de tecnologia tem sido cada vez mais demandada pelo mercado.

E justamente por isso, aqui está uma lista para você saber algumas razões para considerar um multímetro com imagem térmica:

1 – Localize, repare, valide e relate problemas elétricos, de aquecimento/ventilação/ar condicionado e mecânicos com uma ferramenta única

A combinação de imagem térmica e multímetro digital podem ajudar a resolver e verificar possíveis problemas elétricos com mais rapidez.

Em vez de testar todos os disjuntores, você pode usar o termo visor para identificar pontos de calor rapidamente.

Procure as voltagens e amperagens para diagnosticar o problema.

Depois, faça o reparo e capture uma imagem do “após” para verificar o reparo.

A ferramenta integrada permite não só salvar as imagens e medições para carregá-las em um PC ou na nuvem, como criar relatórios.

Além disso, você economiza tempo e não ocupará espaço em sua mala de ferramentas.

2 – Maior produtividade

Com um multímetro térmico é possível solucionar problemas de uma só vez e não passar o estresse de ter que procurar um termo visor compartilhado.

Comece verificando o equipamento para ter uma boa ideia de onde está o problema.

Depois de identificar o ponto de calor, coloque seu equipamento de proteção individual (EPI) e utilize o multímetro digital para resolver o problema.

Depois de identificar o problema, desligue o equipamento e conecte o DMM para monitorar o circuito.

Documente a correção usando as leituras capturadas pelo medidor e uma imagem térmica e então crie o seu relatório de viagem.

Seguindo essas orientações, você economiza tempo com resolução de problemas e paralisações e aumentará sua eficiência.

E isso tornará sua instalação mais produtiva.

3 – Amplie suas capacidades

Você já sabe como usar um multímetro digital.

E normalmente esses equipamentos são tão intuitivos, que você pode começar a usá-los imediatamente.

Basta girar o botão e fazer uma varredura da área de interesse.

Ao observar um ponto de calor ou um ponto de frio, conforme indicado pela assinatura térmica, você saberá onde conectar o multímetro para resolver outros problemas.

Com todos esses recursos, com certeza um multímetro com imagem térmica se tornará uma ferramenta fundamental para qualquer técnico.

Além de não ocupar espaço, economiza tempo e pode melhorar a produtividade e confiança, ajudando você a localizar, reparar, validar e relatar problemas elétricos com mais facilidade e rapidez.

Veja o vídeo deste equipamento em ação

Artigo Escrito por: Rodrigo Cunha


Rodrigo Cunha é Gerente Nacional de Vendas da Fluke do Brasil, companhia líder mundial em ferramentas de teste eletrônico compactas e profissionais.

Nenhum comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.